-
-

Há muitas opções de destinos para quem pretende fazer um intercâmbio de inglês, e, claro, todas elas proveitosas e recompensadoras para quem deseja evoluir os conhecimentos no idioma em um país onde ele é nativo.

Por ser a língua oficial dos negócios, várias nações investem no desenvolvimento de boas escolas para receber estrangeiros que desejam aprender ou aperfeiçoar o inglês

 

Com base nos dados da Associação de Agências de Intercâmbio (BELTA), vamos explicar o que é necessário para fazer um intercâmbio de inglês nos  quatro países mais procurados pelos brasileiros.


Aqui, você aprenderá sobre visto de estudante, trabalho de meio período, valores e muito mais.


Canadá

Qualidade de vida, educação, hospitalidade, custo de vida, segurança e possibilidade de aprender dois idiomas, fazem do Canadá o país favorito dos brasileiros que estudam no exterior. 

Segundo a BELTA, os destinos mais procurados são: Toronto e Vancouver. 


Como funciona o visto de estudante de inglês?

Turistas ou estudantes que permanecerão até seis meses no país não precisam de visto, apenas de uma autorização eletrônica, a eTA – Electronic Travel Authorization.

Já para aqueles que vão cursar o ensino superior ou estudar em escola de idioma - com duração superior a seis meses -, devem tirar o visto de estudante

No site oficial do consulado canadense, informações sobre o visto e as documentações necessárias.


É possível o estudante trabalhar por meio período?

Normalmente, os estudantes conseguem trabalho na área de serviços, atendimento ao público e hotelaria

São áreas fáceis de conseguir um emprego, com salário mínimo (em torno de US$D 10,25 por hora), por período de até 20 horas semanais. 


Lembrando que esse tipo de programa só é válido para intercâmbios com duração superior a seis meses. 


Valores 

A Egali, parceira da UPTIME International, possui um programa de intercâmbio para Toronto. Com duração de um mês, é indicado para quem procura uma boa relação de custo benefício. 

Ele oferece:

  • 4 semanas de curso de inglês na escola The Language Gallery;
  • 4  semanas de acomodação;
  • 5 semanas de seguro viagem Allianz (o seguro sempre vai com uma semana a mais para cobrir o período de  deslocamento aéreo);
  • deslocamento do aeroporto até a acomodação.

*Valor à vista (média): R$5.026,42


Ex-aluno da UPTIME estuda em universidade no Canadá

Depois de se tornar fluente em 12 meses, João Vitor é aluno da Medicine Hat College e joga no time de futebol da universidade que lhe concedeu uma bolsa atleta. 

 

“Eu sempre tive uma perspectiva de jogar e estudar no exterior, foi uma meta que tracei. Agora, só volto para a casa durante as férias”. 

 

Conheça a história completa aqui. 


Estados Unidos

Os Estados Unidos é  vice-líder na preferência dos intercambistas brasileiros, segundo a BELTA.

O país chama a atenção dos intercambistas por:

  • instituições de ensino de excelência;
  • sociedade cosmopolita (por conta dos imigrantes);
  • tecnologia avançada;
  • reconhecimento internacional;
  • e muitos outros motivos.


Como funciona o visto de estudante de inglês?

Qualquer pessoa viajando aos Estados Unidos precisa de uma autorização. No caso do cidadão brasileiro ou naturalizado, é necessário:

  • preencher um formulário online;  
  • participar da etapa presencial em uma das quatro cidades que têm um Consulado ou Embaixada Americana (Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Salvador). 


É possível o estudante trabalhar por meio período?

Apesar das regras de imigração estadunidenses serem muito rígidas, estudantes com certos tipos de vistos podem trabalhar sob algumas circunstâncias

Por exemplo:

o visto J-1 é para estrangeiros que estão em programas de intercâmbio de estudos (nesse caso, da língua inglesa) ou de trabalho. Ele permite que os estudantes possam trabalhar até 20 horas semanais

Mais informações no site oficial da imigração norte-americana. 


Valores

Para os EUA, vamos citar como exemplo um programa de intercâmbio da Egali para San Diego, na Califórnia, uma das cidades preferidas pelos brasileiros. 

Com opções de aulas de manhã ou à tarde, a escola também oferece cursos preparatórios para TOEFL e IELTS, por exemplo.

  • 4 semanas de curso de inglês na escola referência Stafford House;
  • 4  semanas de acomodação;
  • 5 semanas de seguro viagem Allianz (o seguro sempre vai com uma  semana a mais para cobrir o período de  deslocamento aéreo).

*Valor à vista (média): R$6.418,02.


Ex-aluna da UPTIME realiza programa de Au Pair nos EUA

 

“Meu intercâmbio é um programa de Au Pair em New Jersey, nos Estados Unidos, e eu vou cuidar de três crianças. No início, quando entrei no programa, eu não conseguia conversar com a família por Skype. Depois, ainda em processo de aprendizado [na UPTIME], fiz todo o application escrevendo sem precisar da ajuda do tradutor (...)”.

 

Confira aqui como foi a sua história com o inglês e o processo para ser aceita no programa. 

Assim como o Canadá, também temos um guia completo com informações sobre o intercâmbios nos EUA. Clique aqui.

 

Austrália

Segundo a BELTA, a Austrália subiu para a terceira posição na lista dos países mais procurados pelos intercambistas brasileiros. 

O dólar australiano tem uma melhor conversão de moeda para o real, comparando com os dois primeiros colocados, Canadá e Estados Unidos. O clima é agradável e semelhante ao do Brasil.

Constantemente, a Austrália aparece no topo das listas de países com a melhor qualidade de vida do mundo. A natureza é outro grande atrativo. 
O país é repleto de praias paradisíacas, com a opção de muitos esportes radicais. 


Como funciona o visto de estudante de inglês?

O visto de turismo pode ser utilizado por aqueles que irão para estudar por um período de até 12 semanas

Se a duração do curso de inglês for igual ou superior a 14 semanas, o brasileiro precisa emitir um visto de estudante


A validade varia de acordo com a duração total do curso. 


Assim como o visto canadense, para obter o australiano não é feita uma entrevista presencial, mas sim o envio de diversos documentos via despachante consular

Acesse o site oficial da embaixada australiana para mais informações sobre o processo do visto e a documentação necessária. 


É possível o estudante trabalhar por meio período?

Para conseguir a permissão de trabalho, o estudante deve estar matriculado em um curso de inglês com duração mínima de 14 semanas


Assim, ele é autorizado a trabalhar 40 horas por quinzena


Durante as férias, ele terá liberdade para trabalhar durante o tempo que desejar. 


Atualmente, o salário mínimo na Austrália está AU$17,29* por hora. 


*Na data de 15/12/2016, um dólar australiano é equivalente a R$2,50.

Os trabalhos mais comuns entre os estudantes de inglês são nas áreas de serviços gerais, em restaurantes e hotéis. Ele também pode atuar como motorista de empresa, entregador de pizza e babá. 


Valores

Para a Austrália, a Egali tem um programa de intercâmbio para Melbourne, segunda cidade mais populosa do país.

O curso tem como foco principal a melhoria da fala e compreensão oral através de pequenas atividades em grupo e discussão dinâmica em sala de aula.

  • 4 semanas de curso de inglês na escola Language School ILSC;
  • 4  semanas de acomodação;
  • 5 semanas de seguro viagem Allianz (O seguro sempre vai com uma semana a mais para cobrir o período de  deslocamento aéreo);
  • deslocamento do aeroporto até a acomodação.

*Valor à vista (média): R$5.786,70.


Irlanda

A Irlanda é dos poucos países europeus que possuem o inglês como a língua oficial. Em Dublin, capital, está concentrado a maior parte de escolas, universidades e, consequentemente, estudantes estrangeiros. 

Os dois principais diferenciais do país são: 

  • pertencente à União Europeia, ou seja, o intercambista pode visitar todos os países membros do bloco sem grandes problemas;
  • opção econômica. A Irlanda é um dos destinos mais baratos para aprender inglês na Europa. 


Como funciona o visto de estudante de inglês?

Para fazer um intercâmbio de estudo e/ou trabalho na Irlanda - com duração mínima de três meses - o brasileiro não precisa tirar um visto antecipadamente

Mas é necessário ter:

  • um passaporte válido;
  • matrícula efetuada em um curso de 12 semanas, no mínimo;
  • seguro saúde;
  • passagem aérea de ida e volta;
  • e apresentar condições financeiras para se manter no país.

Importante: 


o primeiro contato do estudante com a imigração irlandesa, é feito no aeroporto. Apresentando a matrícula da escola, ele recebe um visto temporário, que pode ser válido por 60 e 90 dias


Caso o estudante fique mais do que três meses no país, ele precisa se registrar na Garda National Immigration Bureau (GNIB), que é o escritório geral da imigração no país, para receber o visto para o período subsequente.


O visto poderá ser renovado por duas vezes, permanecendo no país como estudante de inglês por 24 meses, no máximo.


Confira mais informações no site oficial da imigração irlandesa.


É possível o estudante trabalhar por meio período?

Os intercambistas podem trabalhar na Irlanda por um período de 20 horas semanais, durante os estudos; e nas férias, a duração do trabalho pode estender até 40 horas semanais

O salário mínimo é de 8,65 euros por hora, e é pago semanalmente. 


Valores

O programa de intercâmbio para Dublin, capital, oferece um curso de quatro semanas, com uma carga horária diferente em relação aos outros países. Ele foca na integração das habilidades de falar, ouvir, ler e escrever junto a pronúncia e gramática. 

Informações:

  • 4 semanas de curso de inglês na escola iStudy International;
  • 4  semanas de acomodação;
  • 5 semanas de seguro viagem Allianz (O seguro sempre vai com uma semana a mais para cobrir o período de  deslocamento aéreo);
  • deslocamento do aeroporto até a acomodação.

*Valor à vista (média): R$5.144,02 


*Observação: A pesquisa dos valores dos programas de intercâmbios foi realizada no dia 13 de dezembro de 2016.