-
-

 

O programa de Au Pair é bastante conhecido, principalmente por ser  a alternativa mais econômica para realizar um intercâmbio. Mas você sabe exatamente do que se trata? Como funciona? Quem pode participar?

 

No post de hoje, vamos explicar o que équanto custa e quais são os pré-requisitos necessários para embarcar nessa jornada.

 

O que é?

O programa Au Pair é uma maneira acessível de viver, trabalhar e estudar no exterior.

 

Basicamente, ele consiste em passar um ano nos Estados Unidos ou em países da Europa, como Alemanha ou França (o programa deve ser regulamentado pelo governo)com uma família local, cuidando de suas crianças (filhos ou filhas) e auxiliando em todas as tarefas relacionadas à elas, como lições de casa, acompanhamento em atividades de lazer, entre outras.

 

É um  trabalho remunerado como outro qualquer, com a diferença de ser voltado para mulheres entre 18 e 26 anos, e por possibilitar a realização de um curso durante a estadia no país.

 

Pré-requisitos

Pode parecer simples, mas para ser Au Pair são necessários alguns pré-requisitos básicos.

 

O inglês fluente é um delesVocê precisa sair do Brasil já dominando o idioma para conseguir se comunicar bem com sua host family. Por isso, durante o processo seletivo, é aplicado um teste de fluência para as candidatas.

 

Além disso, é necessário ter carteira de motorista e ensino médio completo, e também comprovar horas de experiência com o cuidado de crianças.

 

E o mais importante: disponibilidade de 12 meses cumprindo a função de Au Pair, ao menos.

 

Responsabilidades

O dia a dia de uma Au Pair pode variar muito, pois ela lida com crianças, o que torna o trabalho quase imprevisível. Mas suas funções também dependerão das necessidades da família anfitriã.

 

Porém, ela possui responsabilidades básicas e comuns a todas:

 

  • brincar com as crianças;
  • levá-las e buscá-las na escola e em outras atividades;
  • cozinhar refeições fáceis;
  • manter o quarto delas arrumado e limpo;
  • lavar e passar suas roupas;
  • ajudar com a lição de casa;
  • e colocá-las para dormir.

 

É importante lembrar que não é responsabilidade de uma Au Pair: cozinhar para toda a família; limpar cômodos que não sejam o quarto das crianças ou o seu próprio; trabalhar no jardim; cuidar de animais de estimação; ou realizar qualquer tarefa que não seja totalmente relacionada às crianças.

 

Na prática: salário e benefícios

host family deve pagar um salário (nos Estados Unidos, atualmente a remuneração é de U$195,75 semanais) e garantir moradia e alimentação para a Au Pair.

 

Nos Estados Unidos, a Au Pair:

 

  • trabalha um máximo de 45 horas semanais;
  • tem um dia e meio de folga por semana;
  • um fim de semana livre por mês;
  • além de ter direito a 15 dias de férias remuneradas durante o programa.

 

Na Europa, a carga horária irá depender do país, mas não ultrapassa as 35 horas semanais.

 

Nos EUA, a família anfitriã também deve arcar com uma bolsa de estudos de U$500 para a Au Pair. Os horários do curso escolhido devem ser combinados de acordo com as necessidades das crianças.

 

Ao final de um ano, o visto da intercambista ainda permite que ela permaneça por mais um mês no país para viajar como turista.

 

Quanto custa?

O Au Pair é o programa de intercâmbio mais barato que existe. O valor final dependerá da companhia de intercâmbio escolhida, mas, em média, não ultrapassa R$3.000,00 para o período de um ano.

 

Além do pacote de intercâmbio e da passagem, também é de responsabilidade da intercambista arcar com gastos em documentos como passaporte, SEVIS (Student and Exchange Visitor Program), visto J-1 (visto de trabalho e estudo) e o PID (Permissão Internacional para Dirigir).

 

Vale a pena?

Pesando prós e contras, o programa de Au Pair costuma valer a pena para quem tem habilidades com crianças e está disposta a desempenhar as funções que são de responsabilidade da intercambista. Além de ser um intercâmbio de longa duração e baixo custo, você irá estudar, trabalhar e receber por isso.

 

Isso sem contar com a convivência com pessoas de outro país, outra cultura, as viagens ao longo do período, e todas as experiências que enriquecem o conhecimento pessoal e intelectual.


Quer saber como é, na prática, a preparação para viajar como Au Pair? Confira como foi a experiência de nossa ex-aluna Juliana Fonseca.