-
-

Planejar uma viagem internacional é uma das partes mais divertidas da aventura. Para que você não tenha problemas com imprevistos, é interessante que o processo de pré-embarque seja  feito com antecedência, e a preparação do cronograma dos destinos logo após.  

Se você ainda não sabe como fazer isso, preparamos sete dicas de como organizar uma viagem internacional. 

 

Pesquise sobre o destino

Antes de escolher a data da viagem, busque todas as informações possíveis sobre o país de destino. As principais são:

  • a estação do ano;
  • quando é a alta temporada;
  • qual moeda é utilizada;
  • quais leis é importante saber;
  • feriados internacionais. 

 

Transporte

Passes de transportes públicos ajudam muito o turista a economizar, uma vez que é comum taxista cobrar até três vezes a mais o valor da corrida, caso ele perceba que você é estrangeiro

 

Geralmente, no exterior, o transporte público no exterior conta com um bom sistema que garante um deslocamento tranquilo e seguro

 

Se não tiver como fugir, tente, ao menos, conferir a melhor rota pela internet ou pergunte aos funcionários do hotel qual seria o melhor caminho à percorrer de táxi. 

 

Viagem doméstica

Caso seja necessário trocar de cidade, avalie a melhor relação custo-benefício. Inclua no roteiro os deslocamentos com as passagens de avião, ônibus, carro, trem… São muitas opções que variam de acordo com o destino. 

 

Atrações

Defina quais localidades serão visitadas e suas principais atrações. Muitas oferecem entrada gratuita em determinados dias ou a metade do preço para estudantes que possuem carteira internacional de estudante

Busque informações, em seus sites, sobre preço, horário de funcionamento, e melhor dias de visitação. 

 

Fale inglês

Você chegou ao destino e precisa se comunicar, certo? A dica é não ser tímido e aproveitar a oportunidade de aprender ou treinar o inglês, afinal, este é o idioma mundial

Pergunte às pessoas sobre as curiosidades locais. Converse enquanto estiver na fila do supermercado, nos pontos turísticos e em restaurantes. 

Procure fazer o máximo de amigos estrangeiros que você conseguir, e não se esqueça: as pessoas são mais receptivas quando falamos a mesma língua que elas.

 

Aplicativos funcionais para usar durante a viagem

Nos últimos anos, organizar uma viagem ficou muito mais fácil graças aos aplicativos que facilitam a criação de um roteiro.

Eles disponibilizam dicas do que fazer, tipo de estadia, locomoção e até buscam os melhores preços. A boa notícia é: a maioria deles está disponível gratuitamente. 

  • Hopper: esse aplicativo ajuda o usuário a comprar passagens mais baratas. Ele avisa quando é o melhor momento para investir nos tickets e quais são as melhores temporadas para o destino escolhido;

 

  • Wiffinity: a alegria de todo turista é encontrar uma rede de Wi-Fi aberta. Esse aplicativo mostra, sem conexão, onde existem redes disponíveis através de um mapa interativo;

 

  • Here Maps: O mapa de papel já está quase aposentado! A maioria dos turista tem fácil acesso à internet pelo celular. Esse aplicativo te permite utilizar o mapa sem conexão de internet, o que otimiza seu tempo e deslocamento;

 

  • Flio: Este aplicativo vai acabar com os momentos de tédio das famosas conexões nos aeroportos. Ele envia notificações sobre as chegadas e partidas dos voos, conecta automaticamente em redes abertas de Wi-Fi e ainda dá descontos em restaurantes e lojas;

 

  • Great little place: Você quer fugir do óbvio? Esse aplicativo te ajuda a achar aqueles lugares que só os locais conhecem, como um bar descolado, restaurantes exóticos etc. E o mais legal é que a seleção é feita de acordo com recomendações de usuários.


Câmbio

Em uma viagem internacional, o aconselhável é usar cartão de crédito e cédulas. Mas atenção: só troque dinheiro em casas de câmbio! Não confie em pessoas que oferecem este tipo de serviço nas ruas.

 

Exceção: Em Lima, capital do Peru, há agentes autorizados pelo Governo espalhados pela cidade para oferecer o serviço de câmbio. É possível encontrá-los em quase todas as esquinas dos bairros mais turísticos. 

 

Evite notas de valores altos! E fique atento ao troco que receber. Para evitar situações constrangedoras, informe sempre o valor da nota que você está entregando para a pessoa.

 

Água

Imagina o gasto que você terá se comprar garrafa de água, constantemente, durante uma viagem? Por isso, 

evite o desnecessário, e providencie uma garrafa para ir enchendo ao longo do dia. 

Durante o voo, por exemplo, peça a aeromoça para completar a água. Há também a opção de encher sua garrafa em bicas que são encontradas nas ruas de algumas cidades.


Comida

Comer em restaurante é muito mais gostoso e experimentar a culinária local faz parte da viagem. Mas evite gastar com comida nas três principais refeições do dia

  • Hospede-se em locais com café da manhã incluso no pacote. Portanto, se alimente bem para ter energia durante o dia;
  • Prepare um sanduíche ou leve uma fruta para os passeios;
  • Prepare sua própria comida. Se conseguir se hospedar em um lugar com cozinha, melhor ainda.

 

Bagagem

Durante um mochilão, é muito comum - principalmente na Europa -  passar apenas um dia em uma cidade. 

Para seu conforto durante os passeios, existem as luggage storage, uma loja em que você pode deixar seus pertences guardados, de forma segura e por um preço acessível. 

 

Confira outras dicas aqui.